top of page

Volta às aulas: neurocientista dá dica aos pais para reorganização da rotina dos filhos

Especialista destaca importância da disciplina nas primeiras semanas

Foto: Sumaia Vilela / Agência Brasil


A última semana de janeiro e a primeira de fevereiro marcam o retorno das aulas em grande parte das escolas de Pernambuco. Para as crianças, é o momento de voltar a ter disciplina, já que muitos pequenos mudam a rotina durante o descanso. É comum que acordem mais tarde, por exemplo, situação que terá de ser alterada para a ida à escola.

 

Para deixar a rotina mais leve e a volta às aulas mais tranquila, planejar como será esse retorno e se preparar previamente traz benefícios à criançada e para família. Regiane Melo, neurocientista e coordenadora do Ensino Fundamental - Anos Iniciais do Colégio Salesiano Recife, explica que neste fim de férias é interessante implementar algumas mudanças na rotina para que a transição para volta às aulas tenha menos impacto para os pequenos.

 

“O nosso cérebro consegue se adaptar a uma nova rotina e, como as crianças estão de férias há mais de 30 dias, já se acostumaram com novos hábitos e horários, como acordar e dormir mais tarde, por exemplo. Então, é recomendado que os responsáveis reintroduzam, nesta reta final, pequenas atividades durante o dia e uma contagem regressiva para preparar o corpo e o psicológico da criança para a volta às aulas e que passem a colocá-la na cama mais cedo”, aconselha Regiane.

 

O alerta também é para o uso de telas, seja celular, televisão ou vídeo games, que costumam aumentar durante as férias. A especialista orienta a redução gradativa do tempo de utilização desses aparelhos para que a informação seja recebida pela criança de forma mais tranquila.

 

Na primeira semana de aula, Regiane pontua a necessidade de acolher bem os jovens e entender a transição que estão passando. Os alunos geralmente voltam mais agitados, empolgados e com vontade de dividir com os colegas o que aconteceu durante o tempo livre. Além disso, também há o período de inclusão de estudantes novatos na nova rotina.

 

“É importante que nós, como escola, tenhamos empatia e possamos organizar esse momento para que os alunos possam conversar e trocar experiências, para depois informá-los como será o ano letivo. Criamos atividades para que eles compartilhem como foi o período de férias e também realizem, na escola, a transição sobre o que está por vir nas aulas. Tudo isso respeitando a parte pessoal do aluno e sem desrespeitar o professor”, afirma a coordenadora.

 

Participação no material escolar

 

A organização da mochila e do material escolar é um dos momentos mais aguardados pela criançada no período de volta às aulas. Permitir a participação delas desta fase, ou até que tomem a frente e organizem seu próprio material, as deixam mais animadas para começar as aulas e a ter cuidado com os seus objetos. “É necessário que a criança visualize os horários de aula e tenha clareza das atividades que terão no dia. Isso as ajuda a separar os materiais e a organizar melhor a bolsa de acordo com sua grade escolar”, complementa Regiane.

 

Como se preparar para o início das aulas:

 

- Retome a rotina do período escolar uma semana antes da volta às aulas para que o aluno se adapte com mais facilidade

- Faça uma contagem regressiva dos dias para que as crianças assimilem com mais facilidade as mudanças

- Inclua as crianças na compra e organização dos materiais escolares

- Prepare uniformes, mochilas, lancheiras e deixe tudo organizado

- Defina uma nova rotina para quando as aulas voltarem junto com a criança, com horários de dormir e acordar, atividades extras, horário de estudo e espaço para o lazer. 

Opmerkingen


bottom of page