• Da Redação

Vereador denuncia preços abusivos durante a pandemia

Segundo o parlamentar, uma bandeja de ovos com 30 unidades esta sendo comercializada por R$ 21,50





Da Assessoria de Imprensa

Foto: Divulgação


Na noite deste sábado (11/04), o vereador Marlus Costa realizou uma live abordando assuntos pertinentes ao período de isolamento social e pandemia do Coronavírus. Um dos assuntos mais comentados foi o aumento abusivo na venda de produtos do gênero alimentício, medicamentos, entre outros. Um dos exemplos que o parlamentar expôs foi uma bandeja de ovos com 30 unidades, que é vendida em Jaboatão com preços que variam entre R$ 9,00 e R$ 14,00 sendo vendida no Big Bompreço de Candeias, por R$ 21,50.


O parlamentar conversou com o superintendente do Procon de Jaboatão, sr. José Rangel e o mesmo informou que o abuso nos preços vem sendo praticado em todo o Brasil. PROCONS municipais também buscam trabalhar com o Ministério Público para combater essas práticas. Rangel também afirmou que alguns estabelecimentos alegam que o preço abusivo está sendo praticado desde a fonte produtora antes mesmo de chegar no Atacadista, o que seria uma justificativa de defesa mediante comprovação dos fatos narrados. Para que isso ocorra, quando a fiscalização chega ao estabelecimento comercial, é solicitado aos responsáveis que comprove através de notas de compra que o produto está sendo comprado com preço superior ao dos últimos dois meses que foi comprado, em caso da não comprovação, o órgão de fiscalização aplicará as punições necessárias contra o estabelecimento.


Outra questão que colabora para o aumento abusivo é a lei da oferta e procura. As pessoas desesperadas, estão comprando excessivamente para estocar produtos em casa com medo de uma futura escassez no mercado. O Procon orienta ao consumidor comprar o necessário como habitualmente, pois todos os produtos alimentícios continuam sendo abastecidos normalmente.


Em caso de possíveis irregularidades, o número da superintendência do Procon é o: (81) 99971.0570.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #procon #consumidor #fiscalização

3 visualizações