• Da Redação

SATENPE lamenta morte de Técnicas em Enfermagem do HGV

Sindicato considerou as mortes como um sinal doloroso pela falta de proteção adequada para os profissionais


Da Assessoria de Imprensa

FOTO: Foto: Day Santos/JC Imagem

O Sindicato Profissional dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem de Pernambuco (SATENPE) lamenta profundamente o falecimento das Técnicas em Enfermagem Betânia Ramos e Ana Cristina Tomé com suspeita do coronavírus (covid-19), que ocorreu no último sábado (04/04). Ambas trabalhavam no Hospital Getúlio Vargas (HGV), no Recife. "O sindicato considerou as mortes como um sinal doloroso pela falta de proteção adequada para os profissionais que estão na linha de frente no combate ao coronavírus. Reforçamos nossas cobranças sobre a falta de EPI's ao Governo de Pernambuco e esperamos que essas mortes não sejam mascaradas, sendo tratadas com o devido respeito", lamentou o presidente do SATENPE, Francis Herbert.   Francis acrescentou que a situação se agrava com outros problemas existentes na assistência à saúde, além da falta de equipamentos de proteção que, neste momento de pandemia, põe essa prestação de serviço à beira do colapso. Neste domingo (05), o sindicato realizou mais uma fiscalização, dessa vez, no HGV. Foi verificada a situação dos EPI´s aos profissionais de Enfermagem, como também foram ressaltadas as medidas para evitar a contaminação dos trabalhadores e dos pacientes conforme determinação dos órgãos.   Segundo Francis, a entidade cobrou a aplicação da Portaria SES 133/2020, publicada na última sexta-feira (03/04), quanto ao diagnóstico e afastamento dos profissionais sintomáticos e confirmados. Além disso, reforçou que as instituições públicas e privadas garantam EPI´s adequados aos trabalhadores de saúde, pois, estão na linha de frente prestando assistência direta a pacientes com casos comprovados ou suspeitos. A entidade tem atuado junto aos órgãos competentes na fiscalização das unidades hospitalares. Em caso de possíveis irregularidades, os profissionais podem entrar em contato por meio das redes sociais ou pelo telefone: (81) 3038-2661.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #saúde #coronavírus #covid19 #enfermagem

3 visualizações