• Da Redação

Salários de prefeito, vice, secretários e vereadores do Jaboatão serão reajustados

O reajuste, promulgado pelo presidente do legislativo, Adeildo Pereira Lins, será a partir de 2021




Do OP9

Foto: Reprodução/Google Maps


O prefeito, o vice, secretários e os 27 vereadores de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, vão ter os salários mais gordos a partir de janeiro de 2021. A majoração foi publicada no Diário Oficial do Município do sábado (21). Embora o projeto de aumento dos subsídios tenha sido de autoria da Câmara de Vereadores, o reajuste maior irá para o prefeito e o vice, que ganharão, no mínimo, R$ 4 mil a mais do que atualmente. No primeiro caso, a remuneração saltará de R$ 18 mil para R$ 22,7 mil, acréscimo de R$ 4,7 mil no salário.


Já o do vice sairá de R$ 15,3 mil para R$ 19,3 mil. Secretários da prefeitura terão aumento de cerca de R$ 3 mil, passando de R$ 13 mil para R$ 16,4 mil.

Os valores atuais recebidos por Anderson Ferreira (PL), Ricardo Valois (PL) e os integrantes do primeiro escalão do governo foram repassados à reportagem pelo governo municipal com dados incorretos. Inicialmente, fomos informados que Anderson Ferreira ganha R$ 15 mil e Ricardo Valois, R$ 12 mil. Em contato na quinta-feira (25), a assessoria da prefeitura de Jaboatão retificou os salários com os valores de R$ 18 mil e R$ 15,3 mil, respectivamente. As quantias, segundo o Executivo, foram definidas por lei em 2012.

Os vereadores de Jaboatão também serão contemplados com aumento de R$ 2,5 mil nos salários. Eles, que recebem R$ 16.431,76, vão passar a ganhar R$ 18.991,68. Chama mais atenção, porém, o aumento no salário dos secretários legislativos. Estes, que, de acordo com o portal da transparência, recebem R$ 9,2 mil vão abocanhar R$ 16,4 mil.

O reajuste foi promulgado pelo presidente do legislativo, Adeildo Pereira Lins, no dia 13 de setembro deste ano, oito dias após ser aprovado pelos próprios vereadores.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #política #prefeito #vereador #salário #economia

5 visualizações