• Da Redação

Projeto visa dar nova perspectiva a jovens de Jaboatão

Iniciativa, intitulada "Amigos para Sempre", atende mais de 150 jovens em Dom Hélder





Da Folha de Pernambuco

Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco


“Não somos uma escolinha de futebol. Isso aqui é um projeto social e nosso objetivo é formar cidadãos”, essas foram as palavras de Genival José do Nascimento, pedreiro e ex-jogador das categorias de base do Santa Cruz. O “Amigos para Sempre” sobrevive há 18 anos em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR), e é uma das principais ferramentas de inclusão social de jovens da comunidade Dom Helder Câmara, em Piedade. No mês de janeiro deste ano, a iniciativa recebeu o apoio da unidade do bairro do Movimento Pró-Criança e realizou o Torneio da Amizade, de futebol, com as mais de 150 crianças presentes no projeto. As dificuldades que Genival José do Nascimento, pedreiro e ex-jogador das categorias de base do Santa Cruz. atravessa para manter o projeto vivo são várias, mas nenhuma delas impediu ou irá fazer com que a iniciativa desapareça. “No ano passado nós só tínhamos uma bola para jogar, que foi uma doação de um pai. Além disso, temos poucos coletes e os meninos acabam usando o suado do colega. Mas é assim mesmo, nós vamos lutando com a esperança de que um dia vai melhorar. Hoje não temos o que reclamar, estávamos há 18 anos esperando uma oportunidade como essa. Estou muito feliz pela parceria que tivemos com o Pró-Criança e espero que permaneça para o restante do ano”, afirmou.


Hoje, porém, Genival não trabalha mais sozinho. Há cerca de um ano e meio, a professora Ângela Maria surgiu no caminho do projeto, após levar os seus filhos para participar dos treinos. A dedicação do treinador em cuidar, educar e ensinar jovens que nem eram seus filhos a cativou. Tal fato fez com que ela passasse a contribuir com o Amigos para Sempre. Desde então, ambos se dividem na aplicação das atividades que atendem aos mais de 150 jovens da localidade.

A seriedade e firmeza são características latentes em Genival. Através de tais atributos ele inspira jovens a desenvolver novas perspectivas. “Nós precisamos ser exemplo, e foi assim que, graças a Deus, eu consegui formar muitos cidadãos. Não há nada mais gratificante do que ver garotos que passaram por aqui e hoje estão bem na vida, trabalhando, estudando, com filhos. Hoje eu até treino alguns alunos que são filhos de outros que já passaram por aqui. Faço tudo por amor, e exatamente por isso que me dedico ao máximo. Prezo pelo respeito e pela educação”, disse. Assim como vivem os jovens do projeto, Genival também teve uma infância humilde e cheia de obstáculos. Quando era garoto, acordava todos os dias às 4h e saía com a “carrocinha” para recolher materiais descartados pelas ruas. Situação que ele não deseja para os meninos. Mesmo com as dificuldades, Genival empenha esforço para dar o melhor de si aos seus alunos, inclusive promovendo festas em datas marcantes como Dia das Crianças e Natal. “Nós recebemos uma doação aqui, outra ali e vamos guardando no que pode. O importante mesmo é proporcionar esses momentos únicos a crianças que muitas vezes não possuem o mínimo”. Michelle Vieira, mãe de um dos alunos de Genival, ressaltou a importância da figura do treinador na vida do filho dela. “Ele está sempre estimulando e colaborando no que pode com todos os meninos, mostra que o caminho do esporte é o melhor. Genival é um grande mediador e sabe lidar com inteligência com cada garoto que treina aqui com ele. Meu filho adquiriu bem mais disciplina e comprometimento após entrar no projeto. Sou bastante grata ao trabalho dele”.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #esporte #futebol #inclusão #projetosocial #domhelder

2 visualizações