• Da Redação

Procon encontra variação de 275% entre produtos de Páscoa no Recife

Maior diferença de valor foi no Bacalhau do Porto com 800g, cuja variação foi de 275,86% entre os itens




Da Folha de Pernambuco

Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco


Procon Recife/Páscoa


O Procon Recife realizou pesquisa de preços, neste mês de março, com itens de Páscoa, para ajudar o consumidor com relação aos preços na hora de comprar os produtos. A maior diferença de valor foi no Bacalhau do Porto com 800g, cuja variação foi de 275,86% entre os itens. O mesmo peixe chegou a custar R$ 119,90 em um local e, em outro, R$ 31,90.


Entre os tradicionais ovos de Páscoa, a variação mais significativa foi de 120,53% no Diamante Negro e no Laka, com 500 gramas, ambos da Lacta. Em determinado estabelecimento, o seu valor atingiu R$ 87,99, enquanto outro vendia o mesmo produto por R$ 39,90.


Entre as barras de chocolate, a maior diferença encontrada foi de 66,89% nas Hershey's Cookies ‘N’ Creme, Hershey's Ovomaltine e Hershey's ao leite de 92 g, que, em um estabelecimento, custava R$ 2,99 e, em outro, R$ 4,99.


Nas caixas de bombons, a maior diferença foi de 34,87%: a caixa da marca Garoto Sortidos custava R$ 11,99 em uma loja e, em outra, R$ 8,89.


Já no grupo dos complementos da ceia pascal, a maior diferença foi 150,54% na azeitona verde com 180g, que, em um estabelecimento, custava R$ 6,99 e, em outro, R$ 2,79.


De acordo com o órgão de proteção ao consumidor, em tempos de pandemia, a orientação é evitar a circulação. O intuito da pesquisa do órgão é oferecer aos consumidores uma referência de valores para a compra de itens relacionados ao período e evitar práticas abusivas por parte dos fornecedores.


O secretário-executivo do Procon Recife, Pablo Bismack, informa qu,e em função da pandemia da Covid-19, os supermercados alegaram redução na compra dos produtos. “A pesquisa foi realizada pela Unidade de Educação Procon Recife, que constatou que nem todos os itens da lista foram encontrados nos estabelecimentos visitados”, conta.


A coleta dos dados foi realizada em nove supermercados da capital pernambucana, onde foram coletados preços de uma amostra de 137 itens de diversas marcas, sendo eles: ovos de páscoa, barras de chocolate, caixas de bombons, pescados e demais artigos alimentícios que compõem a ceia pascal.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #procon #recife #consumidor #fiscalização #pernambuco #páscoa #ovosdepáscoa #ovosdechocolate

0 visualização