• Da Redação

Prefeitura do Recife amplia restrições para bancos e supermercados

Geraldo Júlio reforçou ainda a importância do isolamento social como única estratégia efetiva de controle da curva de crescimento da doença na cidade





Da Assessoria de Imprensa

Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR


Passados 30 dias da confirmação dos primeiros casos de covid-19 em Pernambuco, a Prefeitura do Recife anuncia novas medidas de restrição e controle de pessoas em bancos e supermercados, que seguem abertos por serem considerados serviços essenciais. As medidas, válidas a partir de amanhã (14), determinam que todos os supermercados devem observar a presença de apenas um cliente por família dentro das lojas e disponibilizar álcool em gel para os clientes. Os supermercados deverão fechar dois terços das vagas de estacionamento e restringir a capacidade da loja à metade e também só deve ser permitida uma pessoa por carro, nos estacionamentos. Já os bancos e casas lotéricas deverão organizar as filas dentro e fora das agências. 


O prefeito Geraldo Julio ainda reforçou, na manhã de hoje, a importância do isolamento social como única estratégia efetiva de controle da curva de crescimento da doença na cidade. "Nos últimos 30 dias, estamos trabalhando todos os dias, de manhã, de tarde e de noite, para salvar o máximo de vidas em nossa cidade. Importante ressaltar mais uma vez a necessidade de todos ficarem em casa, cumprindo o isolamento social. Se o Recife não estivesse engajado nesse isolamento, teríamos milhares de casos confirmados e mais de 200 mortes.


Pelo monitoramento que temos feito, sabemos que 600 mil recifenses chegaram a ficar em casa. Mas nas últimas semanas 120 mil dessas pessoas voltaram a circular. Precisamos aumentar o isolamento. Cidades brasileiras, como Manaus, a primeira do país a anunciar colapso na sua rede de saúde, só agora registram isolamento maior. A união de todos é muito importante para o enfrentamento dessa pandemia", assegurou o prefeito, durante o anúncio das novas estratégias de combate à doença. 


Para agências bancárias e lotéricas, as novas restrições dizem respeito à organização das filas dentro e fora das agências, preservando-se a distância entre os usuários desses serviços, e à retirada de canetas de uso coletivo. "O isolamento social, aferido por monitoramento a partir dos celulares, feito de forma pioneira no Recife, hoje está em 52%. Já foi de 60%. Nosso grande desafio é aumentar esse percentual para salvar vidas. As medidas anunciadas hoje são muito importantes. O pico no Recife vai depender de nós. Quanto mais fizermos, quanto menos pessoas nas ruas, mais retardaremos o crescimento dos números e evitaremos que muitos recifenses adoeçam ao mesmo tempo, sobrecarregando os serviços de saúde", disse o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia. 


Para assegurar o cumprimento das novas medidas restritivas, o prefeito informou que a fiscalização será reforçada e que serão aplicadas as sanções de multa até suspensão do alvará de funcionamento das instituições que não cumprirem as novas determinações. 

As medidas anunciadas hoje pelo prefeito Geraldo Julio se somam a mais de uma centena de ações realizadas pelo Plano Municipal de Contingência Covid-19 nos últimos 30 dias, estabelecendo o isolamento social na cidade, ampliando a capacidade de atendimento do sistema de saúde e de mitigação dos efeitos socioeconômicos da restrição.


"Fomos a primeira cidade brasileira a garantir a entrega de kits de alimentação para os alunos da rede municipal, desde o primeiro dia se suspensão de aulas, totalizando mais de 2 mil toneladas de alimentos entregues até agora. Abrimos 120 vagas nos abrigos para pessoas em situação de rua e o Restaurante Popular distribuiu 195 mil quentinhas", lembra o prefeito Geraldo Julio.


AMPLIAÇÃO DO ATENDIMENTO - Neste primeiro mês da chegada da covid-19 ao Recife, no dia 12 de março, um dia após a Organização Mundial de Saúde (OMS) decretar a situação de pandemia da doença, a Prefeitura tomou diversas providências para garantir a ampliação da rede de atendimento aos pacientes infectados pelo novo coronavírus e para retardar sua disseminação. Uma das principais é a construção de sete hospitais de campanha com 531 leitos para pacientes com covid-19.


Na última sexta (10), o prefeito Geraldo Julio entregou a obra do quarto hospital de campanha municipal, na Rua da Aurora, bairro de Santo Amaro. Erguido em 20 dias, o Hospital Provisório Recife 1 chega a ser maior que o Hospital da Mulher, que é a primeira unidade hospitalar de grande porte construída pela Prefeitura do Recife em toda sua história, com 150 leitos em sua estrutura original, antes da pandemia. O Hospital do Câncer, que será responsável por gerenciar a unidade, assim como já administra o HMR, irá iniciar a operação até o dia 20 e receber os primeiros pacientes.


O hospital provisório da Rua da Aurora é mais um dos sete hospitais de campanha do Plano Municipal de Contingência Covid-19 para enfrentamento à pandemia, que chega a 589 leitos previstos, sendo 154 de UTI. Dos sete hospitais de campanha, três já estão em funcionamento nas Policlínicas Amaury Coutinho, na Campina do Barreto, Barros Lima, em Casa Amarela, e Arnaldo Marques, no Ibura. Além desses, estão funcionando 65 leitos no Hospital da Mulher, sendo 31 de UTI, e agora 48 no Hospital Evangélico. No total, 234 leitos já estão disponíveis para a população.


Para viabilizar a abertura desses novos leitos, a Prefeitura do Recife cortou R$ 180 milhões em despesas com revisão de contratos de prestação de serviço, consultorias, locação de veículos, combustível, energia elétrica, materiais de consumo, além de novos aluguéis, passagens aéreas e diárias. Com essa economia, também foi possível comprar mais de dez mil equipamentos médico-hospitalares para os hospitais de campanha, adquirir mais de um milhão de itens de Equipamentos de Proteção Individual (EPIS), como respiradores, e reforçar a rede municipal com a contratação de mais de 600 profissionais para enfrentamento à pandemia. 


Uma dessas contratações terá inscrições abertas nesta terça-feira (14). A Secretaria de Saúde do Recife vai contratar temporariamente 40 médicos através de um edital de credenciamento disponível no site da Prefeitura do Recife (www.recife.pe.gov.br). Há vagas para médicos clínicos, intensivistas e intensivistas pediátricos, em regimes diarista e plantonista. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas a partir das 12h da próxima terça, no site www.credenciamentosesau.recife.pe.gov.br


A Prefeitura também tem buscado novas técnicas para combate ao novo coronavírus. Desde o último dia 28, a Secretaria Municipal de Saúde começou a utilizar a técnica da sanitização para desinfecção de cerca de 200 equipamentos de saúde do Recife, mais de 250 paradas de ônibus e estações de BRT, mais de 30 vias de grande circulação, terminais integrados de passageiros, sede da Prefeitura, mercados públicos, entre outros. O Recife é a primeira capital do Nordeste a utilizar, em lugares públicos, a sanitização, que consiste na aplicação de um desinfetante com ação viricida de alto nível, reconhecido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no enfrentamento ao novo coronavírus.


Outra medida importante deste primeiro mês de covid-19 no Recife foi uma parceria da Prefeitura com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), para a ampliação da testagem da doença e melhor acompanhamento dos pacientes mais graves. Ao todo a Prefeitura do Recife vai adquirir os testes e a UFPE terá a capacidade de realizar 300 testes do tipo RT-PCR por dia.


TECNOLOGIA - Em um mês de chegada da covid-19 à capital pernambucana, a Prefeitura do Recife também buscou várias soluções tecnológicas para prover virtualmente as atividades que, por hora, não podem mais acontecer presencialmente. Um das soluções que mais têm sido utilizada é o aplicativo web “Atende em casa - Covid 19”, que permite uma classificação de risco dos pacientes com sintomas gripais e, se necessário, uma vídeochamada (teleorientação) com enfermeiros ou médicos. O objetivo é evitar que a população procure as unidades de saúde desnecessariamente durante a situação de emergência causada pela pandemia.


A ferramenta, que pode ser acessada por celular (smarthphone) ou computador através do site www.atendeemcasa.pe.gov.br, já tem 9,8 mil usuários cadastrados, mais de 2,5 mil pessoas com sinais de alerta de gravidade receberam teleorientação com profissionais e mais de 700 pacientes que passaram pela vídeochamada foram orientadas a procurar um serviço de saúde para consulta. 

Outro site lançado pela Secretaria de Saúde do Recife foi o "Aprenda em Todo Lugar", voltado para os profissionais da saúde. O aplicativo web tem como objetivo orientar os trabalhadores sobre a utilização dos EPIs e as frequentes atualizações nos protocolos de atendimento neste período de pandemia, além de disponibilizar outros conteúdos importantes para os trabalhadores da Secretaria de Saúde do Recife. Desde a última semana, os profissionais passaram ter à disposição informações em vídeos e textos no site www.aprendeemtodolugar.recife.pe.gov.br. Durante o lançamento do aplicativo, o prefeito também garantiu pensão integral para as famílias dos profissionais de saúde que venham a falecer em decorrência do novo coronavírus.


Para minimizar o impacto da suspensão do funcionamento das Academias Recife, das Academias da Cidade e do Caminhão da Malhação, além da recomendação da suspensão do funcionamento das academias de ginástica privadas, a Prefeitura lançou site e aplicativo do Movimenta Recife, com vídeos de orientações para a prática de exercícios físicos em casa. Mais de 35 mil pessoas já se cadastraram no site www.movimenta.recife.pe.gov.br e no aplicativo, que chegou ao primeiro lugar do Brasil na área de Saúde e Bem Estar.


Outro aplicativo estratégico lançado pelo Comitê de Resposta Rápida da Prefeitura foi o que utiliza tecnologia de geolocalização de smartphones para mapeamento do nível de isolamento social das diversas áreas da cidade. Desenvolvida em parceria com a empresa recifense In Loco, a ferramenta auxilia a Prefeitura no direcionamento das ações educativas e medidas de fiscalização, como por exemplo na escolha das áreas que precisam receber mais carros de som reforçando a importância do isolamento social.


DISTANCIAMENTO - Além das ações mais diretamente ligadas à saúde, a recomendação de isolamento social e o monitoramento por aplicativo fazem parte das medidas tomadas pela Prefeitura para evitar a proliferação rápida do novo coronavírus. Todas as ações fazem parte do Plano de Contigência Municipal Covid-19, iniciado no fim de janeiro. No dia em que foram confirmados os primeiros casos da doença na capital, no dia 12 e março, o prefeito instalou, em seu gabinete, no 9º andar da Prefeitura, o Comitê Municipal de Resposta Rápida à Covid-19, com integrantes de diversas secretarias municipais, para coordenar, planejar e agilizar as diversas ações.

Já no dia 14 de março, a gestão municipal começou a adotar as primeiras medidas de restrição social para garantir o distanciamento, que é considerada por especialistas a medida mais efetiva para retardar a proliferação do coronavírus, junto com o aumento da higiene das mãos. Neste dia, o prefeito Geraldo Julio lançou uma campanhas de comunicação recomendando que se evitasse apertos de mão, beijos e abraços ao cumprimentar outras pessoas. Aos poucos, foram sendo restringidas e/ou fechadas instituições de ensino municipais e privadas, comércio e serviços não essenciais, obras da construção civil, parques, praças, praia, academias, bares, restaurantes, shoppings; instituições públicas e privadas foram orientadas a implementar o homeoffice, eventos foram cancelados; aglomerações de 500, 50 e depois dez pessoas foram proibidas, entre outras ações. 


ASSISTÊNCIA E MITIGAÇÃO - Para reduzir o impacto socioeconômico das medidas restritivas adotadas para conter o avanço do novo coronavírus, a Prefeitura criou um Grupo de Trabalho formado por seis Secretarias. Entre as medidas de mitigação adotadas estão diversas ações de assistência social, como distribuição de cestas básicas para mais de 90 mil famílias dos alunos da rede municipal, entrega de barras de sabão amarelo para instituições que acolhem idosos e pessoas em situação de rua; reserva de espaço para pessoas em situação de rua com covid-19 no Abrigo Emergencial do Recife, na Travessa do Gusmão, em São José, entre outras. 


Também para reduzir os efeitos da crise econômica mundial provocada pela pandemia, a Prefeitura do Recife suspendeu a cobrança do Imposto Sobre Serviço (ISS) para hotéis, operadores turísticos, shows, eventos, cinemas, diversões públicas, beleza, academia, empresas optantes pelo Simples Nacional e Microempreendedores Individuais (MEI). A Secretaria de Finanças ainda suspendeu os procedimentos de cobrança administrativa tributária, protestos e execuções judiciais por parte do município. Já a Procuradoria Geral do Município conseguiu, na Justiça Federal, a suspensão, por 180 dias, do pagamento de parcelas de dívidas contraídas com a União.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #coronavírus #covid19 #saúde #prevenção



0 visualização