top of page

Prefeitura do Jaboatão capta R$ 70 milhões para investir em obras de infraestrutura

O contrato foi assinado no Complexo Administrativo da Prefeitura, com as presenças de representantes da instituição bancária e secretários municipais

Foto: PMJG/Assessoria de Imprensa


Em Jaboatão dos Guararapes, foi realizada a assinatura entre o Governo Municipal e o Banco do Brasil para uma operação de crédito no valor de R$ 70 milhões. Os recursos serão aplicados em obras de infraestrutura urbana em todas as regiões do município. O contrato foi assinado no Complexo Administrativo da Prefeitura, nesta quinta-feira (21/12) com as presenças de representantes da instituição bancária, do prefeito Mano Medeiros e de secretários municipais.


A operação de crédito foi viabilizada pelo Banco do Brasil por meio do Finisa - Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento voltado ao Setor Público. Os recursos são destinados aos municípios, estados e distrito federal. A Prefeitura do Jaboatão está encaminhando um novo empréstimo no valor de R$ 80 milhões, procedentes da mesma linha de crédito.


Segundo Mano Medeiros, os investimentos serão feitos prioritariamente, em obras de contenção de encostas, pavimentação e drenagem de ruas, sinalização e infraestrutura urbana. Cerca de 300 ruas receberão obras no próximo ano, com recursos da operação de crédito contratada. "Esses investimentos serão aplicados em obras que vão gerar um impacto muito grande na mobilidade, na infraestrutura e na vida das pessoas, principalmente aquelas que moram em áreas de morro", disse.


Para Edilberto Passos, gerente geral do Escritório do Setor Público do Banco do Brasil, a operação de crédito envolvendo o Banco do Brasil e Jaboatão dos Guararapes é o começo de uma parceria que pode gerar projetos futuros. "Desde o começo das negociações, nós entendemos que Jaboatão é um município diferenciado, uma metrópole. Nós esperamos que essa parceria continue avançando para o banco ter mais oportunidades de continuar incentivando o desenvolvimento do município", observou.

Comments


bottom of page