top of page

Polícia investiga morte de estudante em escola pública estadual de Jaboatão

Em nota, a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE) informou que 'as providências cabíveis foram tomadas após o ocorrido

Do Jornal do Commercio/TV Jornal

Foto: Reprodução da TV Jornal


O adolescente Gabriel Antônio Félix dos Santos, de apenas 15 anos, faleceu na última sexta-feira (7), após passar mal durante a aula de educação física na Escola de Referência em Ensino Médio Poeta Mauro Mota, em Jaboatão dos Guararapes. De acordo com informações, o garoto estava jogando uma partida de futebol e acabou desmaiando.


De acordo com a família de Gabriel Antônio, ele não poderia participar das atividades físicas pois apresentava problemas cardíacos, e a escola sabia da informação. "A escola tem todos os documentos regularizados dele, pois entregamos tudo na matrícula. Ele era cardiopata e não podia fazer atividades físicas e a escola sabia disso", disse Jadson Santos, irmão de Gabriel.


Ainda segundo o irmão do adolescente, houve negligência no socorro médico. "Quando cheguei na escola, eu me deparei com meu irmão deitado numa sala, desacordado e com os livros apoiando a sua cabeça. Perguntei há quanto tempo ele estava desacordado e a funcionária da escola disse que tinha uns 15 minutos, mas não foi só isso. Na verdade, foi quase uma hora que ele ficou lá desacordado, pois perguntei aos alunos presentes na hora", contou Jadson Santos.


Em nota, a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE) informou que 'as providências cabíveis foram tomadas após o ocorrido com o estudante Gabriel Antônio Félix dos Santos na Erem Poeta Mauro Mota. A escola imediatamente acionou o Samu, assim como comunicou à família do aluno. Ele chegou a ser levado para a UPA de Engenho Velho, mas, infelizmente, não resistiu'.


Por fim, a pasta lamentou o ocorrido e se colocou à disposição das autoridades para quaisquer esclarecimentos. Já a Polícia Civil comunicou que está investigando o caso para esclarecer a morte do adolescente de 15 anos, e que 'um inquérito policial foi instaurado para apurar os fatos e as investigações seguirão até a completa elucidação do caso'.

Comentarios


bottom of page