• Da Redação

Oposição unida para disputar a prefeitura em Jaboatão

Atualizado: 9 de Set de 2019

O encontro, que reuniu nove pré-candidatos, na última sexta (06/09), estabeleceu compromissos de convivência




Foto: Tiago Brito


Pré-candidatos e lideranças políticas do Jaboatão dos Guararapes já estão se preparando para disputar a prefeitura nas eleições de 2020 contra o atual gestor Anderson Ferreira. A palavra “união” foi repetida diversas vezes, durante reunião na última sexta-feira (06/09, em Piedade, )reforçando a criação de candidaturas formadas por jaboatanenses. Entretanto, alguns defenderam a participação de outros nomes que não são da cidade, a exemplo de Gleide Ângelo (PSB), caso seja confirmada. A parlamentar foi a deputada estadual mais votada no município em 2018, com mais de 66 mil votos.


Durante o encontro, promovido pelo Movimento Popular Jaboatão Que Nós Queremos, foram realizadas palestras com a presença do advogado e membro da Comissão Eleitoral da OAB Nacional, Emílio Duarte e do cientista político Roberto Santos. Na ocasião, foram estabelecidos compromisso de convivência para o primeiro turno das eleições. Entre os assuntos, foram debatidos sobre definição de equipe técnica de apoio ao movimento e planejamento de agenda para as próximas ações.


O vereador e líder da oposição da Câmara, Daniel Alves (PCdoB), destacou o trabalho pelos 9 parlamentares “que estão desenvolvendo a função de fiscalizadores do povo”. “Já sinto a união da oposição, apesar de já estarmos fazendo desde o início da atual gestão. Proponho a realização de um grande ato para reunir as lideranças do município e, assim, seguirmos mais forte do que somos”, ressaltou.


Waldir Benevides (PV) colocou o seu nome à disposição do partido e assegurou caminhar junto com a oposição. Ele pontou ainda que “Jaboatão tem jeito, o que falta é prefeito”, sob fortes aplausos. O ex-prefeito Fernando Rodovalho defendeu candidatos “filhos da terra”. “Será possível que não temos pessoas competentes para administrar a nossa cidade? Essa é a nossa linha, que a pessoa seja daqui”, afirmou.


“Nós precisamos de gestores dispostos a mudar esta cidade. A atual situação econômica, social e política não é favorável a nenhum habitante deste município e, em virtude disso, surge a necessidade da reconstrução e não há outro modo de fazermos isso que não seja a união. Não a união da oposição ou a união da situação, mas a união do povo, dos cidadãos jaboatanense”, destacou Fernando Moreira, coordenador do Movimento Popular Jaboatão Que Nós Queremos.


Segundo ele, existe uma proposta de construir um manifesto em que os pré-candidatos a prefeito da oposição irão assinar um compromisso de criação para um projeto de reconstrução da cidade. Outros nomes que participaram da reunião foi o ex-vereador Edmar de Oliveira; o presidente municipal do PSDB, Manoel Chaves; Ivson Chile do Movimento Parlatório; do ex-vereador Eliezer Costa, Joaquim Barreto e o ex-vereador Neco, que disputou o segundo turno nas eleições de 2016 e obteve mais de 121 mil votos.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #política #eleições #cidade

58 visualizações