• Da Redação

Moradora de Candeias afirma ter sido vítima de erros médicos

Segundo a irmã da paciente, Helena Paula, dias depois Silvana voltou ao médico, se queixando de fortes dores que foram tratadas como normais




Da TV Jornal

Foto: Reprodução/TV Jornal

A moradora Silvana Rosilene da Silva, de 33 anos, do bairro de Candeias, em Jaboatão dos Guararapes, denunciou erros médicos, no mês de janeiro, quando passou por um procedimento cirúrgico para a retirada de um apêndice e um ovário realizado no Hospital Otávio de Freitas.


Segundo a irmã da paciente, Helena Paula, dias depois Silvana voltou ao médico, se queixando de fortes dores que foram tratadas como normais. "Passou um calmante para ela e disse que ia passar, e nisso ela continuou sentindo dores", falou.


Após várias voltas ao hospital, como também na UPA de Sotave, só em junho que foi descoberto o real motivo das aflições de Silvana. De acordo com os familiares, foram encontrados materiais como gazes e pedaços de linha que existiam nos órgãos da paciente. Em seguida, Silvana teve que continuar a fazer mais procedimentos, porém nada adiantou.


"A barriga dela foi aberta quatro vezes, eles sempre alegando que estava inflamado e tinha que tirar a secreção e tinha alguma coisa mais. E durante dez dias também ficou hospitalizada na UTI", disse Helena.


A vítima

Bastante abatida, a mulher sofre com dores todos os dias e desde junho não consegue nem se levantar da cama sem ajuda. "Só levanto com ajuda, ou então arrastada com uma cadeira. Estou sofrendo muito, porque tem dias que nem consigo dormir. Está muito difícil", expressou Rosilene.


Resposta do hospital

Em nota, a direção do hospital Otávio de Freitas esclarece que o caso será investigado pelos órgãos competentes.


#maisjaboatao #jaboatao #candeias #hospital #recife

3 visualizações