top of page

Música vencedora do festival carnavalesco do Recife estreia nas plataformas digitais

Sucesso entre o público, a música “Onde Mora o Mar” volta para aquecer a folia dos recifenses para o Carnaval.

Foto Andreza Formiga


Após vencer o primeiro lugar no Festival de Música Carnavalesca 2008, promovido pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura do Recife, a música “Onde Mora o Mar” está de volta às paradas de sucesso. Nesta sexta-feira, dia 19, a obra estreia nas plataformas de streaming, prometendo total aquecimento musical para os foliões que já estão ansiosos para folia momesca deste ano.


A composição, de autoria do cantor pernambucano, Roberto Cruz em parceria com Xico Bezerra, poderá ser ouvida pelo Youtube Music, Itunes/Apple Music, Deezer e Spotify. Os internautas também vão poder ouvir e compartilhar dentro dos perfis nas redes sociais, como Instagram e no Tiktok. Tudo de forma gratuita.


De cara nova, a música, que vem na versão videoclipe e single, traz na letra uma narrativa que mescla com a cultura patrimonial e ambiental da cidade, exaltando a os Rio Capibaribe e Beberibe como nascentes do oceano atlântico. “Estou muito feliz de poder trazer para o público, após 16 anos, esse grande sucesso, que levou alegrias aos bairros, festas, eventos culturais e emissoras de rádio e tvs de nossa cidade. Quero que os recifenses e turistas voltem a reviver toda a alegria” contou, entusiasmado, Roberto Cruz.


Outra novidade presente na composição é a sonoridade. “Lá em 2008, inclui na música arranjos da orquestra tradicional. Agora, dei um plus. Propus um novo desenho sonoro no qual incluímos elementos com a batida mais pop, amplificada pelo som de uma guitarra” antecipou. O projeto sonoro conta com a produção da éConosco; edicação, captação e direção fotográfica, Emanuel Silva. A idealização e produção-executiva, Andrezza Formiga. Quem assina a assessoria de imprensa é o jornalista, Salatiel Cícero.


Nas imagens que compõe o videoclipe, os internautas vão prestigiar pontos importantes, que simbolizam o amor, paixão e todo o acolhimento da cidade do Recife. As cenas, que ficam como plano de fundo, tem como destaque o protagonismo de Roberto Cruz, por exemplo, pedalando próximo da Torre de Cristal, dança na Praça do Marco Zero, passeando por debaixo das pontes históricas, além de seus registros passeando em uma embarcação pelas aguas do Beberibe e Capibaribe.


Comentarios


bottom of page