• Da Redação

Igrejas e templos reliogiosos podem abrir a partir desta segunda

Abertura não ocorrerá em 85 municípios do Agreste, da Mata Sul e da Mata Norte.





Da Folha de Pernambuco

Foto: Luciana Falcão/Arquidiocese de Olinda e Recife


A reabertura gradual de igrejas e templos religiosos em Pernambuco começa hoje e vale para todo o Estado, exceto para 85 municípios do Agreste, da Mata Sul e da Mata Norte. Essas mesorregiões não acompanharam a queda nem o achatamento da curva de casos do novo coronavírus e por isso não avançaram para essa etapa do plano de convivência com a Covid-19.


Apesar da liberação, a Arquidiocese de Olinda e Recife (AOR) só deve realizar a reabertura das igrejas e templos a partir do próximo sábado, quando realizará a vigília de São Pedro e São Paulo. Por meio de uma rede social, a Federação Espírita Pernambucana decidiu não retomar as atividades presenciais na data estabelecida pelo governo estadual. As atividades permanecerão de forma virtual, até que consiga cumprir todas as recomendações do protocolo. As igrejas evangélicas devem decidir de forma individual, seguindo as recomendações da sua convenção.


Para esse processo de retomada das atividades religiosas, esses espaços — que estão fechados há três meses — precisarão seguir uma série de ações preventivas. A começar pelo uso de máscaras, que é obrigatório. Há ainda a indicação para que idosos com mais de 60 anos, gestantes, pessoas com comorbidades e crianças permaneçam em casa. As celebrações religiosas não podem ocupar mais de 30% da capacidade do local, que também deve disponibilizar pias, água, sabão e álcool 70% para as pessoas em todos os acessos do templo. O intervalo entre uma cerimônia e outra deve ser de três horas.


A disposição de bancos e cadeiras deve ser feita de forma individual. No caso dos bancos coletivos, ele deve estar demarcado para garantir o distanciamento mínimo de 1,5m, a menos que sejam pessoas de uma mesma família. Também precisa haver um controle de entrada e saída, que deve ser realizada em portas diferentes. No interior do local, deve haver cartazes com orientações para prevenção da doença, além das novas regras de funcionamento.

#maisjaboatao#jaboatãodosguararapes#coronavírus#covid19#pandemia#religião

2 visualizações