• Da Redação

Governador anuncia convocação de 1925 profissionais para a segurança em PE

Previsão é de que, em julho de 2021, alguns profissionais já estejam nas ruas reforçando o combate à criminalidade, após o curso de formação


Da Assessoria de Imprensa

Foto: Divulgação


O governador Paulo Câmara assina, nesta quinta-feira (04/02), em reunião do Pacto pela Vida, a convocação de 1.925 profissionais aprovados em concurso público da Secretaria de Defesa Social (SDS), sendo 1.510 na Polícia Militar, 100 na Polícia Civil, 220 no Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco e 95 na Gerência Geral de Polícia Científica. O objetivo é reforçar as ações do PPV em todo o Estado. A previsão é de que, em julho de 2021, alguns profissionais já estejam nas ruas reforçando o combate à criminalidade, após o curso de formação. "Nós finalizamos um protocolo sanitário para poder iniciar as aulas presenciais. Com essa convocação, estamos reforçando as ações na segurança pública em Pernambuco. Esses novos profissionais vão ampliar a capacidade técnica e operacional para garantir a segurança e o bem-estar dos pernambucanos", disse o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua. MAIS POLICIAMENTO OSTENSIVO – Na Polícia Militar serão convocados 1.510 policiais, com 60 vagas para oficiais e outras 1.450 para soldados. O início do curso para o cargo de oficiais da PMPE está previsto para o próximo mês de abril, com duração média de um ano. Já o Curso de Habilitação e Formação de Praças (CFHP) será dividido em duas turmas. A previsão de início do curso de formação da primeira, que teve 750 aprovados, é para o mês de abril, com duração de sete meses. Já a segunda turma deve começar no primeiro semestre de 2022, com o chamamento de mais 700 candidatos. Desde o início da gestão Paulo Câmara, 4.648 soldados e 93 oficiais foram formados, totalizando 4.741 novos profissionais na PMPE. FORTALECIMENTO DAS INVESTIGAÇÕES – A Polícia Civil será beneficiada com a convocação de 100 delegados. A primeira turma, com 50 aprovados, começa o curso de formação também em abril, com duração de quatro meses. A segunda turma com mais 50 candidatos tem previsão de início no primeiro semestre de 2022. O planejamento é que, a partir do início do segundo semestre, os novos policiais da primeira turma estejam aptos a reforçar as equipes das delegacias em todo o Estado. A iniciativa vai ampliar ainda mais o contingente da Polícia Civil, que em 2018 recebeu o reforço de outros 140 delegados aprovados por concurso. AMPLIAÇÃO DO CORPO DE BOMBEIROS – Ainda serão convocados 220 bombeiros militares, entre oficiais e soldados. Assim, como na PMPE, os candidatos a soldado do CBMPE vão participar da formação em duas turmas. A primeira terá 100 alunos a partir de abril de 2021, enquanto a segunda contará com mais 100 aprovados no concurso, com previsão de início no primeiro semestre de 2022. O Curso de Formação e Habilitação de Praças (CFHP) no CBMPE se dará ao longo de sete meses. Também serão convocados 20 aprovados para as vagas de oficiais da corporação, que passarão pelo curso inicial por um ano, a contar do próximo mês de abril. Desde 2015, formaram-se 281 soldados e 17 oficiais no Corpo de Bombeiros. Essas contratações possibilitaram a interiorização do CBMPE, que inaugurou unidades em Surubim, Pesqueira, Bonito, Bom Conselho e Toritama, no Agreste pernambucano. Já na Zona da Mata, foram contemplados os municípios de Carpina, Palmares e Macaparana. No Sertão, o incremento aconteceu nas cidades de Afogados da Ingazeira, Araripina, Petrolândia, Santa Maria da Boa Vista, São José do Egito e São José do Belmonte. POLÍCIA CIENTÍFICA – Já para a Gerência Geral de Polícia Científica, o governador Paulo Câmara autorizou a convocação de 50 médicos legistas e 45 auxiliares de perito. Ambos os cursos têm duração média de quatro meses, com início em abril de 2021. Os futuros servidores estarão aptos a atuar a partir do segundo semestre de 2021. Os novos profissionais – delegados, médicos legistas, auxiliares de perito, soldados e oficiais da PMPE e do CBMPE – vão integrar as unidades das operativas da SDS instaladas do Litoral ao Sertão. Na avaliação do secretário Antonio de Pádua, a ampliação do efetivo na SDS é fundamental para que o Estado fortaleça o enfrentamento aos crimes em todo seu território. “Estamos chegando, em janeiro, ao 41º mês seguido de queda nos roubos em Pernambuco. O Primeiro mês de 2021 registra também retração nos crimes contra a vida. Fizemos procedimentos operacionais que possibilitaram resultados importantes, mas é preciso avançar. Com a chegada dos novos policiais e bombeiros militares, daremos maior musculatura à prevenção e repressão de crimes", avalia. EFETIVO REFORÇADO DESDE 2015 – Desde o primeiro ano da Gestão Paulo Câmara à frente do Governo de Pernambuco, em 2015, foram formados pelos órgãos operativos da SDS 6.798 profissionais de segurança pública. Desse total, 4.648 eram novos soldados e 93 oficiais da PMPE, totalizando 4.741. No Corpo de Bombeiros Militar concluíram a formação 298 profissionais, dos quais 281 são soldados e 17, oficiais. Já a Polícia Civil ganhou 1.372 servidores, entre 140 delegados, 101 escrivães, 1.079 agentes e 52 papiloscopistas. Outros 387 policiais ingressaram na Gerência Geral de Polícia Científica. Desde 2015, foram formados 143 peritos criminais, 42 médicos legistas, 129 auxiliares de perito e 73 auxiliares de legistas para o órgão. “Nesses que talvez tenham sido os anos mais difíceis da história do País e de Pernambuco, com prolongada crise econômica, instabilidade política e a pandemia, Paulo Câmara se destaca pelo compromisso com a segurança”, contextualiza Pádua.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #segurança #prevenção #pernambuco #pmpe #pcpe

2 visualizações