• Da Redação

Festa clandestina com mais de 400 pessoas é interrompida em chácara em Jaboatão

ddss




Do G1 PE

Foto: Procon-PE/Divulgação


Uma fiscalização do Procon-PE interrompeu, na noite do sábado (15), uma festa clandestina com mais de 400 pessoas em uma chácara localizada na Avenida Duas Unas, no bairro de Manassu, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Um homem de 38 anos foi preso, de acordo com a Polícia Civil.


Segundo o Procon-PE, muitas pessoas presentes na festa clandestina não utilizavam máscara de proteção contra a Covid-19 e não praticavam o distanciamento social necessário para evitar o contágio do novo coronavírus, descumprindo o decreto do governo de Pernambuco que proíbe aglomerações devido à pandemia.

Quando chegaram ao local da festa, que havia sido divulgada nas redes sociais como uma live, a fiscalização do Procon-PE encontrou um show ao vivo sendo realizado no local, além do consumo de bebidas alcoólicas. Apesar de muitas pessoas saírem do local com a chegada dos fiscais, um grupo dos presentes foi levado para a Delegacia de Prazeres.


Sem informar quantas pessoas foram levadas para a delegacia, o Procon-PE informou que "todos assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e um inquérito foi aberto para investigar os responsáveis".


Em nota, a Polícia Militar afirmou que policiais militares do 25° Batalhão participaram da Operação Convivência, em conjunto com o Procon-PE, que resultou em torno de 200 pessoas abordadas e identificadas na festa clandestina. Um ônibus do Batalhão de Choque foi utilizado para levar o grupo para a Delegacia de Prazeres.


Também por meio de nota, a Polícia Civil declarou que um homem de 38 anos foi preso em flagrante por infração de medida sanitária preventiva. "Foi instaurado inquérito policial para apurar o caso", disse, no texto.


A fiscalização também contou com equipes da Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa). Denúncias de irregularidades na pandemia podem ser feitas através do WhatsApp do Procon, no número (81) 3181-7000, ou pela página do órgão no Instagram.


Também no sábado (15), o bar Empório Sertanejo, localizado na Rua da Hora, no bairro do Espinheiro, na Zona Norte do Recife, foi autuado e interditado. De acordo com o Procon, o local funcionava com clientes após o horário permitido pelo decreto do governo estadual, que limita o funcionamento de bares até as 18h no fim de semana, até o dia 23 de maio.


Ainda segundo o órgão, o gerente do bar foi encaminhado para uma delegacia para prestar esclarecimentos. O G1 entrou em contato com o Empório Sertanejo, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem.


Em nota, a Polícia Civil informou que o caso é investigado como infração de medida sanitária preventiva e que o gerente do bar prestou depoimento na Central de Plantões da Capital (Ceplanc), no bairro de Campo Grande, na Zona Norte do Recife. "Foi instaurado inquérito policial para apurar o caso", disse no texto.


#maisjabatao #jaboatãodisguararapes #jaboataodosguararappes #proconpe #fiscalziação #pmpe #pernambuco


5 visualizações