• Da Redação

Fachadas no Recife e em Jaboatão são iluminadas por frases projetadas por VJ's

rases "Vai dar Tudo Certo", "Fiquem em Casa" e agradecimentos aos profissionais de saúde podem ser vistos todos os dias, às 20h



Da Folha de Pernambuco

Foto: Divulgação


Alertar, pedir, celebrar, reivindicar. Ações atemporais e necessárias que, em ciclos de coronavírus e isolamentos, se agigantam. Que o digam paredes espalhadas pelo mundo inteiro e Brasil afora, com Pernambuco entre os estados protagonistas do "Projetemos", coletivo que leva, por meio de projeções em edifícios, fachadas, muros e outras paisagens urbanas, mensagens das mais diversas à população.


Recentemente, o Bairro do Recife foi iluminado com agradecimentos aos profissionais de saúde. Jaboatão dos Guararapes, município de residência de Mozart, também recebe projeções todas as noites. As frases "Vai dar Tudo Certo", "Fiquem em Casa" e agradecimentos aos profissionais de saúde podem ser vistos todos os dias, às 20h, em pontos específicos de cada local e no perfil oficial do projeto no Instagram: @projetemos.


A função do vídeo jockey é, normalmente, explorar o potencial e mixar imagens e vídeos em espaços públicos, festas, festivais, intervenções artísticas. Os VJs Mozart Santos e Gabriel Furtado, nomes que encabeçam o projeto em Pernambuco, agora acrescentam mais um significado à profissão. Das suas casas e com seus projetores, levam ao público um material informativo sobre a Covid-19 e a saúde no Brasil, deixando de lado o tom derrotista e de terror.


Em comunicação constante com o também VJ Spencer, paraibano que mora em São Paulo, a dupla pernambucana vai alinhando as ações de cada dia. As frases espelhadas no concreto das selvas urbanas expressam muito dos sentimentos que circulam pelas redes sociais - seja através de artes ou mesmo de hashtags-, bem como demandas e necessidades da população brasileira. "Tem muito isso da prevenção, da utilidade pública e do que o povo está pensando", esclarece Spencer.


Recentemente, o Bairro do Recife foi iluminado com agradecimentos aos profissionais de saúde. Jaboatão dos Guararapes, município de residência de Mozart, também recebe projeções todas as noites. "Não distinguimos públicos, mas a periferia me preocupa, uma vez que o vírus está chegando nesses espaços e os moradores continuam saindo. Pensando nos que precisam sair para alimentar a família, o que a gente faz é pressionar empresários e governos para criarem soluções que olhem para essas pessoas", explica Mozart.


As projeções também reverberam em fotos e vídeos. São espalhadas para o País e para o mundo através de quem assiste às transmissões ao vivo feitas pelos próprios colaboradores ou mesmo pelo registro feito através da janela de casa. "Temos dois frontes: o da prevenção ao vírus e o fronte político contra desserviços sociais. As pessoas nos procuram para participar e sugerimos que elas podem passar qualquer coisa, até um filme para todos verem das janelas. Cada um se expressa como quer e fala do que enche o coração", pontua Mozart


Com arte, de forma lúdica e "para aliviar olhos e mentes", de acordo com Mozart, o coletivo "Projetemos" tem sido circunstancial quanto ao momento pelo qual o mundo atravessa. No Brasil, em específico, além da "panfletagem" em combate ao coronavírus e mensagens de esperança e de agradecimento, o grupo não ignora outros lados da atual realidade do País.


"Esperamos que a pandemia acabe logo e a gente possa projetar outras coisas, temas mais leves, como um pedido de casamento que recebemos em nosso Instagram. Somos artistas. Somos VJs. Já fazíamos isso antes dessa demanda social e continuaremos a fazer. Algumas frases são contra atitudes do atual presidente", ressalta Mozart.


#maisjaboatao#jaboatãodosguararapes#saúde#prevenção#coronavírus#covid19

1 visualização