• Da Redação

Em vez de água, líquido escuro e oleoso sai de torneiras de casas em Jaboatão

Moradores do bairro alegaram que o problema teve início na quinta-feira (20). Primeiro, apareceu um buraco




Do G1PE

Foto: Reprodução/WhatsApp


No lugar de água, uma substância oleosa tem saído das torneiras das casas de moradores de Jardim Jordão, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. O líquido, sem cheiro, tem levado as pessoas a buscar alternativas, como uso de água mineral, para tomar banho ou cozinhar.


Moradores do bairro alegaram que o problema teve início na quinta-feira (20). Primeiro, apareceu um buraco. Depois, o líquido começou a escorrer pelas ruas. “A água é totalmente preta, parece petróleo. A gente não tem ideia do que possa ser, ninguém na rua”, contou a professora Sulamita Xavier.


Segundo a moradora, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) foi acionada, mas sem retorno até este sábado (22). Desde então, a população tem se virado como pode.


“A gente está comprando água mineral para tudo, até para banho. Os pratos estão todos sujos na pia, porque não tem como lavar. E as roupas, ninguém consegue lavar também”, disse.


O problema não ocorre somente em uma residência. Casas das ruas Orlando Coelho da Silva, Piratininga e Naziaeno Barreto têm passado pela mesma situação.


Na casa do encarregado José Alves, o líquido tem uma textura mais espessa. “É tipo uma argila. Se fosse petróleo, todo mundo estava rico. A gente tem que comprar carro-pipa, porque a Compesa não nos dá nenhum retorno”, contou.


Na casa do mecânico Tiago Artur, foi preciso tirar o chuveiro por causa de entupimento. “Eu tirei o chuveiro porque estava entupido. Não saía nada. Não tem como usar, de jeito nenhum. A água da descarga está do mesmo jeito”, contou.

Resposta

Por meio de nota, a Compesa informou que tomou conhecimento do problema a partir da reportagem da TV Globo. Disse, ainda, que a água escura pode ter relação com uma infiltração na rede de abastecimento.


Ainda de acordo com a companhia, equipes foram enviadas à Rua Orlando Coelho da Silva, para "as averiguações necessárias".


A empresa disse, ainda, que fechou o registro que controla a distribuição de água da área, suspendendo assim, o fornecimento, "até a identificação da causa e sua resolução".

Até a normalização do problema, a Compesa informou que fará o atendimento emergencial e provisório por meio de carro-pipa.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #granderecife #água #compesa

0 visualização