• Da Redação

Em Pernambuco, alunos da rede estadual retornam às escolas

Ainda de forma híbrida, 303 mil alunos compõem esse primeiro grupo, mesclando as modalidades remota e presencial, por conta da pandemia da Covid-19



Da Assessoria de Imprensa

Fotos: Hélia Scheppa/SEI


Estudantes do ensino médio da rede estadual de Pernambuco retomaram, nesta quinta-feira (04.02), as aulas presenciais. Ainda de forma híbrida, 303 mil alunos compõem esse primeiro grupo, mesclando as modalidades remota e presencial, por conta da pandemia da Covid-19. Todas as escolas estão prontas para receber estudantes, professores e demais profissionais, seguindo um rigoroso protocolo de segurança estabelecido pela Secretaria Estadual de Saúde para evitar contaminação do novo coronavírus.


“Toda a rede estadual está preparada para esse retorno. Temos um protocolo de biossegurança que foi aprovado pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19, com especialistas tanto da área da saúde como da educação. Toda comunidade escolar tem que seguir esse protocolo para manter o distanciamento social e a prevenção da saúde”, destacou o secretário de Educação e Esportes de Pernambuco, Marcelo Barros.


Na Escola Técnica Estadual Miguel Batista, localizada no bairro da Macaxeira, Zona Norte do Recife, a comunidade escolar dava boas-vindas com muita cautela. Em todos os espaços da escola havia totens com álcool gel, além de sinalização pelo chão e paredes reforçando a obrigatoriedade do distanciamento social e uso de máscara. “Espero que todos os alunos colaborem e sigam os protocolos rigorosamente. Se a gente se empenhar e se esforçar, dá certo. Estou bastante ansiosa de que esse ano seja melhor que o anterior”, disse Julia Luciana, estudante do segundo ano da ETE Miguel Batista.


Para o retorno dos alunos do ensino médio, as instituições devem observar todas as normas estabelecidas no protocolo setorial da educação, respeitando as orientações sobre distanciamento social, medidas de proteção e prevenção, monitoramento e orientações. Além disso, a determinação é de que estudantes, professores e demais profissionais com fatores de risco (idade, doenças crônicas ou gestação) não devem retornar, caso não tenham se infectado anteriormente.


A retomada prevê ainda que o plano da escola seja informado aos pais ou responsáveis, professores e demais colaboradores, para que todos compreendam o processo de retorno. O protocolo também estabelece o monitoramento de casos suspeitos entre estudantes, professores e outros profissionais, com orientações sobre testagem, inclusive dos contactantes na escola e na família. Também está previsto o retorno gradual, de acordo com os anos e modalidade de ensino.


O retorno presencial é opcional para os estudantes. No caso de alunos com menos de 18 anos de idade, a decisão cabe aos pais ou responsáveis. As escolas devem manter atividades não-presenciais. Os alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental – anos iniciais e finais – da rede estadual também estão retornando às aulas. Porém, no modelo remoto, por meio da plataforma Educa PE, que transmite as aulas pela internet e TV aberta. A retomada das aulas no modelo presencial para esse grupo foi definida para o período entre 1° e 15 de março.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #pernambuco #escola #ensino #covid19 #coronavírus

1 visualização