• Da Redação

'Eleição de Jaboatão tem cheiro de mudança', afirma Silvio Costa

Sua chegada pode representar um novo nome na corrida à Prefeitura da cidade - ou, no mínimo, um reforço de peso




Do LeiaJá

Marcelo Camargo/Agência Brasil


Após um longo “mergulho” na política recifense, como o próprio ex-deputado gosta de ressaltar, Silvio Costa (Republicanos) se prepara para nadar em outras águas. Longe do mar da capital pernambucana, o ex-candidato ao Senado Federal, acaba de migrar seu domicílio eleitoral para a vizinha, Jaboatão dos Guararapes - segundo maior colégio eleitoral do Estado. Apesar de não dar declarações diretas sobre o impacto da troca, a mudança pode representar um novo nome na corrida à Prefeitura da cidade - ou, no mínimo, um reforço de peso.


“Eu transferi meu título para Jaboatão para poder ter autonomia política e abrir o diálogo com os atores políticos da cidade. Desde que eu perdi a eleição para o Senado, estava literalmente mergulhado. Você não me via em jornal, nem em blog, rádio ou televisão”, conta o ex-deputado. Ele ressalta que, para se manter vivo dentro do cenário local, vem conversando há algum tempo com movimentos populares, com o movimento sindical, atores políticos e vereadores da cidade. “Eu tenho sentindo o vento da mudança soprando em Jaboatão”, afirma.


‘Ninguém mata político vivo’

Na última eleição, Costa teve cerca de 30 mil votos no município e, por conta da sua popularidade, vem sendo cogitado como um possível rival ao atual prefeito, Anderson Ferreira (PL). “Ninguém mata político vivo. A política é um eterno exercício do amanhã. Eu não posso dizer a você que a sete meses da eleição o que é que vai acontecer. O que eu tenho sentido é que existe um desejo muito forte em Jaboatão. A eleição de Jaboatão, no próximo dia 4 de outubro, tem o cheiro da mudança, quem vai incorporar esse perfume da mudança, aí eu não sei”, profetizou.


Costa não descarta a entrada de outros opositores de peso como a delegada e deputada estadual Gleide Ângelo (PSB). “Se ela (Gleide) efetivamente transferir o título para Jaboatão será uma fortíssima candidata. Ela é uma atriz importante nesse processo”, afirma. Porém, ao ser perguntado se faria parte da nova fragrância política jaboatonense, Silvio desconversa. “Eu não sei quantos candidatos ainda existem ou já estão colocados para prefeito. Eu transferi meu título para abrir o diálogo em Jaboatão. Estou na fase do gerúndio, estou construindo”, finaliza.


Um pé na esquerda, outro no Republicanos

Criado em 2003, o Republicanos é um partido que ocupa o espectro da centro-direita brasileira e, por isso, uma mudança peculiar para o ex-deputado. Apesar de ser presidido pelo deputado federal Silvio Costa Filho, que é filho do ex-candidato a senador, a sigla tem tomado posicionamentos que vão de encontro a trajetória política do pai, Silvio Costa conhecido por sempre caminhar ao lado dos trabalhadores. Um dos exemplos é o apoio a Reforma da Previdência aprovada no governo de Jair Bolsonaro.


Apesar disso, Silvio Costa parece confiante em levar suas raízes e - quem sabe - entortar para o lado oposto às tendências do novo partido. “O fato de eu estar me filiando ao PRB não quer dizer que ele seja um partido de direita. É um partido de centro. Eu não mudei nada. Sou o mesmo Silvio Costa. Tudo o que eu defendi como deputado federal eu continuo defendendo sem mandato. Eu defendo o estado de bem-estar social, de inclusão social”, afirma e ressalta que irá priorizar os diálogos com todos e todas que defendem uma Jaboatão inclusiva. “E o que é uma cidade inclusiva? É uma cidade justa, que trabalhe pelos menos favorecidos. Eu sempre defendi isso, sou filho de um trabalhador rural, a minha origem é essa”, assegura.


#maisjaboatnao #jaboatãodosguararapes #republicanos #eleição #eleições2020 #partido

8 visualizações