• Da Redação

Dia “D” de vacinação contra a gripe será neste sábado

Serão disponibilizados 41,8 mil postos no Brasil. A meta é vacinar 59,5 milhões de pessoas que integram o público-alvo


Neste sábado (04/5), os 41,8 mil postos de todo o país vão estar abertos neste sábado (04/5) para o dia “D” de mobilização nacional contra a gripe. Até o dia 31 de maio deverão ser vacinadas, 59,5 milhões de pessoas que integram o público-alvo, cuja meta é vacinar pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários.


O público-alvo da campanha, é composto por profissionais das forças de segurança e salvamento; crianças de seis meses a menores de 6 anos; gestantes; trabalhadores de saúde; povos indígenas; puérperas (mulheres até 45 após o parto); idosos (a partir dos 60 anos); professores da rede pública e privada, pessoas portadoras de doenças crônicas e outras categorias de risco clínico; população privada de liberdade, incluindo adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e e funcionários do sistema prisional.


Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas, devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina, sem a necessidade de prescrição médica.


O dia de mobilização é uma parceria do Ministério da Saúde com as secretarias estaduais e municipais de saúde e tem como objetivo reforçar a importância da vacinação desse grupo prioritário, pelo Sistema Único de Saúde (SUS).


BALANÇO - Até o dia 3 de maio, 14,5 milhões de pessoas foram vacinadas, o que representa 24,5% do público-alvo. Os estados com maior cobertura até o momento são: Amazonas (67,6%), Paraná (38,8%), Amapá (36,5%), Espírito Santo (35,2%), Alagoas (32,2%), Minas Gerais (28,9%). Já os estados com menor cobertura são: Pará (10,4%), Rio de Janeiro (12%), Roraima (18%), Acre (18,6%), Mato Grosso do Sul (18,5%) e Piauí (19,2%). Entre a população prioritária, as puérperas registraram a maior cobertura vacinal, com 173,4 mil de doses aplicadas, o que representa 49,2% deste público.


Entre a população prioritária, as puérperas registraram a maior cobertura vacinal, com 170,7 mil de doses aplicadas, o que representa 48,5% deste público, seguido pelas gestantes (39,8%), indígenas (33,4%), idosos (32,9%) e crianças (32,5%). Os grupos que menos se vacinaram foram os profissionais das forças de segurança e salvamento (4,3%), população privada de liberdade (7,6%), pessoas com comorbidades (17,5%), professores (20,7%), funcionários do sistema prisional (21,7%) e trabalhadores de saúde (25,2%).


Com informações do Ministério da Saúde

Foto: Erasmo Salomão/Ministério da Saúde


#maisjaboatao #jaboatao #jaboataodosguararapes #maisinformaçao #prevencao #vacina #saude



2 visualizações