top of page

Delegado Resende questiona pesquisa sobre os pré-candidatos para prefeito do Cabo de Santo Agostinho

O pré-candidato a prefeito questionou o resultado e decidiu obter mais informações sore a empresa realizadora, em uma espécie de investigação para apurar a veracidade dos dados que, segundo ele, "querem manipular o verdadeiro sentimento dos cidadãos"

Foto: Divulgação


Após a Pesquisa Conecta ter divulgado sobre o cenário político para prefeito do Cabo de Santo Agostinho, no último dia 21, o Delegado Resende questionou o resultado e decidiu obter mais informações sore a empresa realizadora, em uma espécie de investigação para apurar a veracidade dos dados que, segundo ele, "querem manipular o verdadeiro sentimento dos cidadãos".


Divulgado no último dia 21, a pesquisa apontou o ex-prefeito Lula Cabral na liderança com 43,6%. O segundo colocado foi o Delegado Resende com 43,6%. Enquanto o prefeito Keko do Armazém em terceiro lugar com 14,5%. Em último, Dr. Celso Cunha com 2,9%.


Em um vídeo publicado nas redes sociais, Resende junto com um assessor, ficaram em frente à residência onde a empresa está cadastrada. No local, negaram a informação e responderam que era uma empresa de telecom.


"O fato da empresa botar um endereço no Instagram e na documentação de fácil acesso da rede social, que é Padre Cabral, nº349, não existir. Somada ainda de que o telefone, programado para não atender, não existe e o site não existe. Não apresentar com transparência o plano amostral da pesquisa que detalha informações dos entrevistados, a exemplo do sexo, renda, religião, bairro, entre outras informações, é de origem duvidosa", explicou.


Resende alertou ainda a ausência de um estatítico, profissional que referenda e atesta a veracidade da pesquisa.


RESPOSTA - O Mais Jaboatão está à disposição caso a empresa queira enviar uma nota de esclarecimento.




Comments


bottom of page