• Da Redação

Delegado Resende denuncia custo de R$ 15 mil mensal de imóvel fechado no Cabo de Santo Agostinho

De acordo com informações, o Centro Integrando Infantojuvenil está há quase um ano sem funcionamento

Foto: Reprodução/Divulgação


O Delegado Resende denunciou que o Centro Integrando Infantojuvenil, situado no Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana, tem um custo mensal aos cofres públicos de R$ 15 mil. Segundo ele, o aluguel que foi feito pelo Governo Municipal está há quase um ano sem funcionamento. Durante esse período, o valor total será de R$ 180 mil.


De acordo com Resende, esses valores poderiam ser investidos em outras áreas. "Apenas duas das 18 ambulâncias funcionam. O Cabo é considerado uma das cidades mais violentas do Brasil. Está em um caminho que, no futuro, terá a pior saúde e educação do país", afirmou, completando ainda que poderia ampliar a oferta de remédios aos munícipes, além de contratar neonatologistas para a Maternidade Padre Geraldo e oferecer atendimentos especializados às crianças que possuem deficiência no município.


"Cadê os órgãos fiscalizadores? Quem está se beneficiando com os R$ 180 mil sem nenhum atendimento até agora?" questionou Resende.


RESPOSTA - O Mais Jaboatão enviou uma solicitação de nota à Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho a respeito das denúncias.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #jaboataodosguararapes #cabodesantoagostinho #rmr #granderecife #pernambuco