top of page

Daniel Alves, Elias Gomes e Thiago Modenesi analisam conjuntura política e eleição de Jaboatão

As lideranças participaram de uma reunião para definir as estratégias e fortalecer os partidos de oposição, de olho no pleito de 2024 no município

Foto: Divulgação


Com a vitória de Lula à presidência da República, os partidos e aliados da esquerda já estão se organizando para as eleições municipais. Em Jaboatão dos Guararapes, a segunda maior cidade e reduto eleitoral de Pernambuco, lideranças políticas estão se articulando para disputar o Governo Municipal que é administrado por Mano Medeiros, nome de confiança da Família Ferreira.


Nesta terça-feira (14/02), os presidentes dos partidos em Jaboatão dos Guararapes do PV, Daniel Alves e do PCdoB, Thiago Modenesi e o ex-prefeito Elias Gomes (MDB) participaram de uma reunião para analisar a conjuntura política e as estratégias para fortalecer os partidos de oposição, de olho no pleito de 2024.


Com mais de 81 mil votos para prefeito na última disputa, Daniel Alves que está no PV, sigla que integra a federação junto com o PT e o PCdoB, tem demonstrado interesse em participar novamente da eleição. No pleito do ano passado, foi um dos militantes em Jaboatão da campanha de Marília Arraes ao Governo de Pernambuco, de André de Paula (PSD) ao Senado e, agora, ministro da Pesca e Agricultura e do presidente Lula.


Thiago Modenesi, que já teve o nome cotado para disputar a Prefeitura em eleições passadas, é filiado ao PCdoB há mais de 30 anos. Ano passado, esteve à frente da campanha do presidente Lula e de Danilo Cabral (PSB) para governador no primeiro turno na cidade. Com forte relação com a presidente nacional da sigla e ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos, participou da coordenação da campanha de alguns candidatos a deputado estadual e federal do partido, incluindo a de Luciana.


Prefeito por dois mandatos em Jaboatão, Elias Gomes voltou a andar pelo município e deve participar do próximo pleito. Filiado ao MDB, sigla comandada em Pernambuco pelo ex-deputado federal Raul Henry, ligado ao PSB que governou o Estado por 16 anos. No primeiro turno, Elias apoiou Danilo Cabral (PSB) para governador. No segundo, subiu no palanque da então candidata Raquel Lyra e agora eleita, do PSDB, partido que já foi filiado quando governou Jaboatão. Ativista das causas sociais, possui boa relação com as lideranças e movimentos da esquerda.


bottom of page