top of page

Criança morre atropelada por carro em condomínio no bairro de Piedade

No momento do atropelamento, o menino estava acompanhado da mãe, que ficou em estado de choque

Da Folha de Pernambuco

Foto: Reprodução/WhatsApp


Uma mulher atropelou uma criança de cinco anos no Condomínio Recanto do Sol, no bairro de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, por volta das 19h desta quarta-feira (3). O menino morreu a caminho do hospital. 


Segundo testemunhas, a mulher, que dirigia um carro modelo JAC/J2, estaria em alta velocidade quando bateu na criança, que atravessava na faixa de pedestre da área comum do local empurrando a bicicleta. No momento do atropelamento, o menino estava acompanhado da mãe, que ficou em estado de choque.


Moradores relataram que, além de atropelar, a motorista arrastou a criança e passou com o pneu do carro por cima dela.


"Eu estava com o celular na mão, olhando um aplicativo de futebol. De repente, a moça veio correndo, em alta velocidade, numa faixa de pedestre; o menino foi empurrar a bicicleta um pouquinho; quando ele empurrou, ela bateu. Quando bateu, a bicicleta caiu e, quando caiu, ela arrastou e, quando ela arrastou, passou o primeiro pneu por cima dele, andou um pouquinho, e passou o segundo. Eu me agoniei, e com o celular na mão, já pedi para o pessoal ligar para o Samu e para os Bombeiros", relatou um morador que presenciou o atropelamento.


A motorista tem mais de 20 ocorrências de alta velocidade no condomínio, dizem moradores do local. Ela foi levada pela polícia após vizinhos tentarem linchá-la.

De acordo com o perito criminal Heldo Souza, a motorista estava realmente acima da velocidade permitida dentro do condomínio, que é de 10 km/h, mas não ele tem condições ainda de precisar de quanto seria.


Ele também afirmou que, no local do ocorrido, não há marcas de frenagem do carro, e, sim, "sinais de arrastamento" da criança.


O perito contou que imagens internas do condomínio, que ele iria obter junto ao síndico, auxiliarão na conclusão do laudo.


Uma moradora relatou que, anteriormente, a mesma mulher quase atropelou ela e seu cachorro, às 6h30. Ela teria atropelado um outro animal que veio a óbito.


"Eu estava andando com o meu cachorro e ela estava saindo da garagem dela e eu estava mais ou menos há uns 30 metros. Ela já tem costume de ligar o carro e já sair em alta velocidade, mesmo dando ré. Ela não bateu no meu cachorro porque ele ficou no meu ponto cego, só que ela veio até mim, e eu bati no vidro traseiro dela e reclamei: você está cega? você está louca?, em plena 6h30 você saindo nessa velocidade, não pode, isso é um condomínio", disse.


Segundo a estudante de farmácia, Renata Soledade, o sentimento é de revolta e preocupação por parte dos moradores.


"O sentimento é de revolta, e preocupação porque a gente tem filho que desce para brincar sempre na área de convivência. E o condomínio tem regras, e infelizmente o síndico é omisso na questão de multar esses moradores que vem em alta velocidade, que têm essas questões dentro do condomínio. Essa tragédia infelizmente era uma tragédia anunciada, porque isso já vinha acontecendo em outros momentos", destacou.


A reportagem da Folha de Pernambuco entrou em contato com a Polícia Militar de Pernambuco e com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas até a publicação desta matéria não obteve retorno.


O Condomínio Recanto do Sol possui 768 apartamentos distribuídos em 48 blocos. Às 22h25 desta quarta o Condomínio publicou uma nota lamentando o ocorrido. Confira:

O condomínio Recanto do Sol, por meio de sua gestão, representando a todos os moradores, lamenta profundamente a partilha da dor pelo falecimento do pequeno Asafe, no dia de hoje, quarta-feira, 03 de janeiro.


Neste momento, toda nossa comunidade se encontra consternada com o ocorrido e somente deseja paz no coração dos familiares e muita força para superar a perda.


O Condomínio reitera que prestará toda a assistência necessária à família e já iniciou a colaboração com as investigações sobre o caso, com o isolamento da área, acionamento das autoridades policiais e de perícia, bem como com a coleta dos nomes de testemunhas e guarda das imagens que forem possíveis.


Nos despedimos com muita tristeza. Que Deus conforte o coração de todos.


Atentamente,


Gestão do Condomínio Recanto do Sol


Comments


bottom of page