• Da Redação

Corpo de estudante de enfermagem morta a tiros no quintal da casa de parente é enterrado em Jaboatão

O crime ainda é um mistério para a polícia e vai ser investigado por policiais do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa


Da TV Jornal

Foto: Reprodução/TV Jornal


O corpo da estudante de enfermagem, de 21 anos, foi enterrado na tarde desta terça-feira (28), no Cemitério da Saudade, em Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife. Abalados, familiares e amigos prestaram as últimas homenagens a jovem, que foi morta a tiros dentro da casa de um parente na madrugada dessa segunda-feira (27). De acordo com a polícia, dois homens invadiram a residência e, sem dizer nada, efetuaram vários disparos contra a vítima. A vítima ainda foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Curado, na Zona Oeste do Recife, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.


Em conversa com a equipe de reportagem da TV Jornal, o tio da vítima, revelou o maior sonho da estudante. "Ela tinha um sonho de fazer a faculdade de farmácia. A gente nunca espera que isso aconteça com a gente", disse. A família da estudante acredita que ela foi morta por engano.


Inconsolada, a mãe da estudante concedeu entrevista à reportagem da TV Jornal, mas preferiu não se identificar. "Era uma menina doce. Com certeza (foi engano). Que a justiça de Deus seja feita e a dos homens também", desabafou. No momento do crime, a jovem foi socorrida para a UPA do Curado mas não resistiu. Os dois suspeitos fugiram em seguida.


O crime ainda é um mistério para a polícia e vai ser investigado por policiais do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP). O delegado José Luzia informou que a morte da vítima está sendo investigada. "Sabe-se que a vítima não tinha ligação com a criminalidade e, inclusive, era uma pessoa evangélica. Então, no momento inicial, a gente não pode descartar nenhuma hipótese", informou.

1 visualização