• Da Redação

Coronavírus: projeto de Lei Ordinária quer medidas de prevenção aos profissionais de saúde

Deputado estadual Romero Albuquerque deu entrada em um Projeto de Lei Ordinária determinando que o Poder Público Estadual implemente essas medidas




Da Assessoria de Imprensa

Foto: Alepe/Divulgação


Já se sabe que a melhor forma de combater a propagação do Coronavírus é evitando o contato com as pessoas. No entanto, essa orientação da Organização Mundial de Saúde não contempla os milhares de profissionais da área. Médicos e enfermeiros não podem evitar o contato com seus pacientes. Pensando na prevenção desses profissionais, o deputado estadual Romero Albuquerque deu entrada em um Projeto de Lei Ordinária determinando que o Poder Público Estadual implemente medidas de prevenção voltadas exclusivamente aos profissionais de saúde.


Apesar do protocolo publicado pelo Ministério da Saúde, que recomendou o uso de equipamentos de proteção individual aos profissionais brasileiros (gorro, máscara N95, aventais descartáveis e óculos protetores), no estado de Pernambuco, há um risco iminente de greve dos enfermeiros exatamente pela falta de alguns desses equipamentos não apenas nas farmácias e comércios mas, também nos hospitais.


“Já há relatos de profissionais de saúde infectados em alguns estados do Brasil. A falta desse cuidado com nossos médicos e enfermeiros, assim como uma greve e redução dos profissionais disponíveis em um momento crítico como o que vivemos, vai desencadear uma propagação ainda maior do novo Coronavírus.”, alerta Romero.


Na China, onde surgiram os primeiros casos do vírus, um levantamento apontou que cerca de 1,7 mil agentes de saúde foram afetados. “Não queremos repetir essa situação. A pandemia traz à tona a realidade do nosso sistema de saúde e a necessidade de investirmos, valorizarmos e lutarmos por esses profissionais, sejam eles de iniciativa privada ou pública, e principalmente pelo Sistema Único de Saúde”, conclui o parlamentar.

O texto estabelece que, para seu cumprimento, o Estado poderá celebrar convênios e parcerias com instituições privadas.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #saúde #prevenção #coronavírus #covid19

3 visualizações