top of page

Contas de Anderson Ferreira quase foram reprovadas em sessão tumultuada na Câmara de Jaboatão

Dos 25 vereadores da base, a aprovação de 2020 obteve 12 votos a favor e a de 2021 com 17

Foto: Divulgação


As contas do ex-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, quase foram reprovadas em sessão tumultuada na Câmara de Vereadores, nesta quinta-feira (31/08). Apesar da atual gestão obter o apoio de 25 dos 27 vereadores da Casa Vidal de Negreiros, as contas no exercício de 2020 foram aprovadas com ressalva e contou com 12 a favor, 10 contra e 3 nulo. Segundo informações, o resultado gerou um mal estar e pode ter demonstrado possível enfraquecimento da base da gestão com o Legislativo.


Nos bastidores, o governo entrou em "ação" e mandou mensagens cobrando dos vereadores. Apesar da pressão, a aprovação da gestão de 2021 obteve 17 a favor, 8 contra e dois vereadores não estavam presentes. Ambas as votações foram secretas. O Mais Jaboatão recebeu vídeos de alguns momentos. Em um trecho, um vereador questiona: "Que base é essa mesmo? Que base é essa? Eis a pergunta....".


O portal de notícias recebeu outras informações de que o secretário de Articulação Política, Roberto Santos, chegou no final da sessão e de imediato se reuniu com alguns parlamentares para tratar sobre o assunto. Além disso, os vereadores do PL foram chamados para uma "conversa" no Complexo Administrativo, enquanto outros vereadores que votaram contra podem sofrer retaliações, pois, as contas eram para ter 25 votos. A oposição é composta por Marlus Costa e Dodó da Chave.


TCE - A assessoria da Câmara publivou que, após análise de parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE), recomendando "aprovação com ressalvas", os parlamentares concordaram com a indicação e, em votação secreta, também aprovaram a contabilidade dos dois anos. Em sua análise técnica, o TCE relatou que as contas avaliadas não apresentaram qualquer indício de fraude, desvios de bens ou valores, nem irregularidades relevantes "não havendo qualquer ato ilegal que lese o erário público", escreveram os auditores.


A contabilidade e o parecer do TCE foram analisados pela Comissão Permanente de Finanças e Orçamento da Câmara Municipal, que chegou à mesma conclusão de ausência de irregularidades.


RESPOSTA - O Mais Jaboatão está à disposição caso a assessoria do ex-prefeito Anderson Ferreira, da Câmara de Vereadores e da Prefeitura queiram enviar uma nota de esclarecimento.

Comments


bottom of page