• Da Redação

Conheça mais sobre o novo EP do cantor Allan Carlos

EP São João Sim é mais um trabalho autoral, que tem a contramão do modismo como o novo




O cantor jaboatanense Allan Carlos lançou mais um trabalho. O EP São João Sim é mais um trabalho autoral, que tem a contramão do modismo como o novo. O objetivo é resgatar, fomentar, valorizar e manter a identidade cultural de um povo. Segundo ele, o trabalho é "contrário aos projetos com prazos de validade, atendendo a demanda de um público carente, sedento e saudoso através de uma de suas maiores riquezas culturais, o autêntico forró pé de serra".


Abaixo, confira entrevista do artista ao Mais Jaboatão. No bate-papo, Allan conversou sobre o novo trabalho, o mercado como nova oportunidade de negócio para os artistas e o papel da cultura nesse momento de pandemia. Acesse o novo EP por meio deste link.


Mais Jaboatão - Quais foram os assuntos abordados desse EP?


Allan Carlos - As letras abordam variados temas como as paixões em forma de declarações de amor, a saudade, o “aperreio” para encontrar a quem se gosta e dar cheiro no “cangote”, do amor do sertanejo pelo seu lugar, sua coragem e fé, contos de mesa de bar das estórias de figuras caricatas das rodas de amigos, afinal, a gente sempre tem um “mentiroso” de plantão com seus divertidos absurdos (risos).


E como de costume, um bandeira que está sempre hasteada em nosso trabalho, um doce xote em homenagem às mulheres, um presente em parceira com o compositor Hélio Machado.


Como surgiu a criação desse trabalho?


Outro dia ao término de uma apresentação recebi no camarim um casal de Goiânia-GO, que após tecerem alguns elogios ao nosso show, referindo-se ao mercado musical na nossa região, dispararam o lamento: “estamos nos sentindo em casa, pois infelizmente só encontramos nos bares que temos ido, a música que vem do nosso estado. Por onde anda o forró legitimo?” Aquilo me incomodou bastante dando impulso para esta empreitada, alimentando a necessidade de criação.


Já temos 03 videoclipes lançados no nosso canal no YouTube onde há a participações e contribuições de Valéria Barros, Vanessa Gabriele e Jadson Mendes (bailarinos). Também lançamos a música “Sítio Caranguejo”, uma faixa super divertida. O último videoclipe desse projeto teve Suely Cristina na captação e direção dos vídeos e a OPA Produções na edição e produção executiva.


Quanto aos áudios, gravei os violões das faixas, vocais feitos com minha irmã Nete Oliver e a percussão de Gustavo Albuquerque em casa. Devo aqui um agradecimento todo especial a um grande músico super talentoso – viva a internet - Pib Ferreira, mais conhecido como Pib Teclas, que gravou o acordeom em todas as faixas diretamente de Petrolina-PE.


Nesse momento de pandemia, como tem sido o mercado virtual?


O mercado virtual tem sido a nossa principal alternativa de trabalho e entretenimento, uma vez que a atividade de forma presencial não tem perspectiva alguma de retorno. Da mesma forma que nos shows, temos realizado lives onde as pessoas adquirem um ingresso para participar das apresentações, gerando assim algum sustento. Gratidão aos que tem participado. Fizemos um show no edital emergencial de São João da Prefeitura do Recife por exemplo.


Como avalia o incentivo do Poder Público?


O governo federal tem leis aprovadas e verbas, faltam os projetos. Cadê os estados, as prefeituras? Há cerca de dois meses a EMPETUR aqui no estado mencionou através de seu diretor, estarem estudando práticas de governos europeus para nos trazer, mas até o momento isso ficou na entrevista. Ficou mais do que claro que a arte sustentou o mundo quando tudo desmoronou, cuidando do equilíbrio as pessoas. E quanto aos que a fazem?


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #cultura #música #allancarlos #forró

30 visualizações