top of page

Confira três dicas para os olhos no verão

A oftalmologista Catarina Ventura, diretora do Instituto de Olhos Fernando Ventura, preparou três dicas sobre a visão nesta época do ano

Foto: Divulgação


Oftalmologista Catarina Ventura, do IOFV, faz alerta para o período mais quente do ano

A onda de calor toma conta de boa parte do Brasil no verão. Neste período, a população está acostumada a receber orientações relacionadas à pele e à hidratação do corpo. No entanto, pouca gente liga o alerta em relação aos olhos. Portanto, a oftalmologista Catarina Ventura, diretora do Instituto de Olhos Fernando Ventura, preparou três dicas sobre a visão nesta época do ano.


PROTEÇÃO DOS ÓCULOS ESCUROS - “Os óculos de sol, além de serem um acessório de moda, têm a função de bloquear os raios ultravioletas emitidos pelo sol. A exposição prolongada e sem proteção adequada (óculos falsos ou de procedência duvidosa) podem causar sérios riscos à saúde dos olhos, como catarata, degeneração macular e de outras áreas da retina, lesões de córnea, olho seco e pterígio (carnosidade).


Fisiologicamente, a pupila nos protege contra esta exposição, uma vez que, em ambientes de grande iluminação, a pupila se contrai, diminuindo a passagem dos raios nocivos aos olhos. Quando estamos no escuro, ambientes com pouca iluminação ou com óculos escuros, acontece uma dilatação e, consequentemente, mais raios solares penetram no olho. Sendo assim, quando usamos óculos que não bloqueiam adequadamente a entrada dos raios ultravioleta, eles atingem diretamente os olhos podendo causar danos.


Então, quando for escolher seus óculos de sol, adquira em estabelecimentos de confiança, que tenham marcas conceituadas que entreguem realmente qualidade em produtos, serviços e atendimento. Preze principalmente pela saúde dos seus olhos”.


PISCINA E PRAIA - “O cloro pode causar conjuntivite química. Este produto afeta o filme lacrimal, que é o responsável por manter nossos olhos lubrificados e saudáveis. Passar muito tempo na piscina pode deixar os olhos avermelhados, irritados, a visão embaçada e com a sensação de areia. A dica é o uso de colírios lubrificantes e, para quem utiliza lentes de contato, o ideal são os modelos de descarte diário, para não ter contaminação.


A água do mar pode conter impurezas além do sal, que podem causar irritação, olhos vermelhos, coceira e até conjuntivite. A dica é usar colírio lubrificante ao sair do mar e não coçar os olhos, pois pode causar lesões.


A brisa pode causar problemas, provocando a evaporação das lágrimas e ressecamento da superfície dos olhos. Nesses casos, lance mão das lágrimas artificiais e não tire os óculos escuros. Já a areia pode causar irritações, os óculos podem ajudar”.


CRIANÇAS - “Nas férias, as crianças aproveitam para utilizar as telas do celular e videogame em excesso. Isso pode causar miopia, um erro de refração que afeta a visão à distância das pessoas. Também pode causar olho seco e ardência. Os pais devem ser criativos, estimular brincadeiras ao ar livre, um parque, um clube, interagir com os pequenos”.


bottom of page