• Da Redação

Casal de Jaboatão precisa de ajuda para manter quadrigêmeos

Quem quiser ajudar de alguma forma é só ligar para o telefone (81) 9 8822 1537

Da TV Jornal

Foto: Guga Matos/TV Jornal


Um casal que mora em Jaboatão dos Guararapes está precisando de ajuda. Isso porque eles tiveram quatro filhos (quadrigêmeos). De acordo com o pai, o vigilante Luís Barbosa e a mãe, a dona de casa Wilma Balbino, a chegada de Matheus, João, Vitória e Davi mudaram a rotina da família e tudo passou a ser multiplicado. Os pequenos têm 9 meses e foram uma surpresa para o casal. Quem quiser ajudar de alguma forma é só ligar para o telefone (81) 9 8822 1537.


"Eu tenho uma de 16 anos agora, quando eu descobri que estava grávida, ela tinha feito 15 anos, e jamais esperava engravidar novamente. Foi um susto tremendo, muito grande", falou Wilma, mãe dos pequenos.


Quando Wilma ainda estava grávida a história da família foi divulgada por uma amiga nas redes socais. Logo as pessoas começaram a entrar em contato oferecendo doações. E com muita generosidade, o quartinho e o enxoval dos quadrigêmeos foram montados. Contudo, a mudança na rotina da casa foi grande. A mãe precisou sair do emprego e o salário do pai, passou a ser a única renda da casa. No tempo livre, ele dirige carro por aplicativo, para tentar ajudar.


"Eu largo do trabalho e vou rodar à noite. Geralmente, eu trabalho à noite no aplicativo. Aí quando penso em sair, mas eu sei que aqui em casa está precisando de ajuda física, né, aí eu tenho que vim embora. Ou seja, eu fico naquela, preciso trabalhar lá e preciso trabalhar aqui", disse o pai, Luís Barbosa.


Ao todo, já se passaram nove meses desde o nascimento dos pequenos. E, de lá pra cá, muitas necessidades surgiram. Por isso, a família continua pedindo doações. "Estamos precisando de fraldas G e extra G, o leite da menina agora que é Nan 2, que isso a gente tem que comprar, porque os dos meninos a prefeitura dar, graças à Deus, e outras coisas, em termos de casa, assim, alimentos, água", disse a mãe Wilma.


Generosidade

Mas, apesar de pequenos, os quadrigêmeos já tiveram bastante contato com amor, o carinho e a generosidade, além da disposição dos pais. "É como sempre digo, como foi Deus quem me deu, ele tá se responsabilizando, né. E não faltou nada, até agora. E eu tenho fé em Deus que também não vai faltar", expressou Wilma. "Tanta pessoas perdendo outras nesse momento, mas se eles vieram, só alegria. Quando a gente vai com fé e com amor, as coisas se facilitam muito", afirmou o pai.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #jaboataodosguararapes #solidariedade #quadrigemeaos

1 visualização