top of page
  • Da Redação

Câncer de pele representa cerca de 31% dos tumores malignos do Brasil

Em Pernambuco, são esperados cerca de 5 mil novos casos em 2023

Foto: Divulgação


O câncer de pele é o mais frequente e vai representar cerca de 31,3% dos tumores malignos do Brasil no próximo triênio 2023/2025, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA). A instituição também alerta para os números em Pernambuco, onde são esperados cerca de 5.430 novos casos para o ano que vem, entre os tipos melanoma e não melanoma (o mais comum no país e no estado).


Por aqui, o cuidado com o tempo de exposição aos raios do sol deve ser redobrado, afinal a temperatura máxima média, no verão é de 31 graus. E é nessa época mais quente do ano que é celebrada a campanha Dezembro Laranja, que busca combater e conscientizar sobre a prevenção do câncer de pele.


Sendo um dos tumores mais comuns no Brasil, o câncer de pele preocupa especialistas por causa do alto número de casos. Para o triênio 2020/2022, o INCA estimou que seriam diagnosticados 176.930 novos casos de câncer de pele basocelular e espinocelular no país. Desta forma, a previsão é a de que os casos aumentem 23% no próximo período, com cerca de 218 mil ocorrências. “Muitos fatores contribuem para o contínuo aumento no número de casos, como aumento na exposição ao sol sem proteção, maior estimativa de vida e até mesmo maior eficiência na hora do diagnóstico”, explica Diogo Sales, oncologista da Multihemo Oncoclínicas, do Grupo Oncoclínicas.


Conheça os sintomas - Entre os sintomas estão lesões na pele de aparência elevada, brilhante, translúcida, avermelhada, castanha, rósea ou multicolorida, com crosta central e que sangra facilmente; pintas pretas ou castanhas que mudam sua cor, textura, com irregularidade nas bordas e que crescem de tamanho; manchas ou feridas que não cicatrizam e apresentam crescimento e que apresentam coceira, crostas, erosões ou sangramento. “Já quando o tumor está com metástase, sinais como nódulos na pele, inchaço nos gânglios linfáticos, falta de ar ou tosse, dores abdominais e de cabeça podem aparecer”, afirma o especialista.


Dentre os tipos do câncer de pele, o carcinoma basocelular (CBC) é o mais prevalente e surge nas células basais, que ficam na camada mais profunda da epiderme; já o carcinoma espinocelular (CEC) aparece nas células escamosas e pode se desenvolver em todas as partes do corpo. O melanoma é o tumor mais agressivo e com alto índice de mortalidade. Tem a aparência de um sinal que muda de cor e podem ocorrer sangramentos.


Opções de Tratamento - O tratamento para a doença vai depender do tipo de câncer de pele e do nível do caso. Atualmente, com a tecnologia e o avanço na medicina, existem diversas opções, como a cirurgia excisional, que remove o tumor; a curetagem, procedimento de raspagem e a criocirurgia, que destrói o tumor através do congelamento com nitrogênio. “Mesmo nos casos de doença avançada ou metástase, há novos tipos de tratamentos oncológicos que vêm mudando o prognóstico desse tipo de doença, como é o caso da Imunoterapia e Radioterapia com técnicas modernas, que aumentam a eficácia e diminuem os possíveis efeitos adversos do tratamento oncológico. O diagnóstico precoce aumenta as chances de sucesso do tratamento, além de garantir uma melhor qualidade de vida”, explica Diogo.


Como prevenir – Diogo Sales afirma que é essencial se proteger dos raios ultravioleta do sol, com chapéu ou boné, protetor solar de FPS acima de 30, camiseta de manga comprida e permanecer na sombra entre às 10 e 16 horas. “É necessário também observar sempre o corpo e ficar ligado em qualquer sinal ou mancha suspeita, além de consultar um médico dermatologista uma vez ao ano, para fazer exames de rotina”, finaliza.


Sobre a Oncoclínicas

Fundada em 2010, a Oncoclínicas (ONCO3) é o maior provedor de tratamento oncológico do Brasil e da América Latina. O grupo conta com 129 unidades, entre clínicas de especialidades, diagnóstico e prevenção do câncer, centros ambulatoriais de tratamento infusional e radioterapia, laboratórios de genômica, anatomia patológica e centros de alta complexidade (cancer centers), estrategicamente localizados em 35 cidades brasileiras. Desde sua fundação, a Oncoclínicas tem passado por um rápido processo de expansão, com o propósito de elevar e democratizar o acesso ao melhor tratamento oncológico.


O corpo clínico da Companhia é composto por mais de 2.700 médicos especialistas com ênfase em oncologia, além das equipes multidisciplinares de apoio, que são responsáveis pela linha de cuidado integral no combate ao câncer. A Oncoclínicas tem parceria exclusiva no Brasil como o Dana-Farber Cancer Institute, um dos mais renomados centros de pesquisa e tratamento do câncer no mundo, afiliado à Harvard Medical School, em Boston, EUA.


Para obter mais informações, clique aqui para acessar o site.


#maisjaboatao #jaboatãodosguararapes #jaboataodosguararapes #saúde #prevenção #cancerdepele #cancer #oncologia #brasil #pernambuco

bottom of page