• Da Redação

Aplicativo Atende em Casa é ampliado para mais quatro cidades da RMR

Ferramenta beneficiará a população dos municípios de Paulista, Olinda, Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho






Do Diario de Pernambuco

Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR/Divulgaçãos/PCR/Divulgação


O governo de Pernambuco informou, nesta terça-feira (14), que vai expandir o aplicativo Atende em Casa para a população dos municípios de Paulista, Olinda, Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho a partir desta quarta-feira (15).


A ferramenta permite que médicos ou enfermeiros façam videochamadas com orientações e é indicada para as pessoas que apresentem sintomas gripais que podem ser causados pelo novo coronavírus ou pela Influenza A(H1N1).


Lançado em março em parceria com a Prefeitura do Recife, o aplicativo já tem mais de 11 mil usuários cadastrados. Cerca de três mil pessoas com sintomas ou condição de gravidade receberam teleorientações com médicos ou enfermeiros e mais de 800 pacientes foram orientados a procurar um serviço de saúde para consulta.


A ferramenta pode ser acessada pela internet. Os pacientes são submetidos a uma triagem sobre a gravidade do caso, a partir de um sistema de perguntas. Dependendo das respostas, o aplicativo pode recomendar repouso, nos casos avaliados como sintomas leves.


Nos casos moderados ou graves, a ferramenta abre uma videochamada, para que os pacientes recebem orientações remotamente com médicos ou enfermeiros. De acordo com o secretário estadual de Saúde, André Longo, a plataforma será expandida aos poucos, cobrindo todas as regiões com registro de casos do novo coronavírus.


Balanço


Pernambuco confirmou, nesta terça, mais 130 novos casos da Covid-19, totalizando 1.284. Desses, 773 estão em isolamento domiciliar e 328 internados, sendo 63 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 265 em leitos de enfermaria. Além disso, o novo boletim epidemiológico aponta que 68 pacientes estão recuperados da doença. Também foram confirmadas laboratorialmente 13 novas mortes, subindo para 115 o número de óbitos provocados pela doença no estado.



#maisjaboatao#jaboatãodosguararapes#influenza#saúde#prevenção#aplicativo#tecnologia

3 visualizações